quarta-feira, 4 de maio de 2011

Escolha

Critério de busca para uma resposta sem exatidão, às vezes não se sabe o que escrever ou, quando se escreve, o que está se querendo dizer. A paciência já não é tão abundante e o que lhe resta de energia é sim forte, mas se consome assim como as supernovas, bom seria se ainda fosse novo ou que ao menos pudesse sentir a juventude mais presente.
O sentimento que se tem é o de falsidade, não por ser falso em si o que se sente, mas sim por já não suportar o comportamento que outrora lhe coube tão bem e tão aproveitado se foi. Todavia já não se sabe como agir, se aceita tal incomodo pelo simples fato de que um dia ele foi seu também? Ou não, o que é incomodo não pode ser relevado pelo fato de ter sido compactuado em algum momento?!
Nada é claro, e o que se tem feito é conviver, e o consumo se dar físico e mentalmente ate onde houver combustão, pois quando não mais houver a supernova já não será tão nova assim consumindo então o seu próprio núcleo e assim proporcionará ao incomodo e a qualquer outro sentimento envolvido na relação, um belo espetáculo de luzes e cores.